Wine Report

Além da qualidade do vinho!

pessoa com mau hálito

Sofre com o mau hálito? Então este texto é para você!

O mau hálito, também chamado de halitose, é uma condição que muitas vezes não é percebida pelo paciente, mas que é notada por outras pessoas, causando sensação de repulsa e nojo.

Curiosamente, ainda é um tabu para muitas pessoas, porque o paciente com mau hálito se sente envergonhado pelo odor que exala ao abrir a boca e se retrai, sem ter coragem de interagir pessoal e profissionalmente.

Já as pessoas ao redor do paciente não se sentem à vontade para dizer que está com mau hálito e acabam se afastando naturalmente. Quando a situação se estende, o paciente pode ter problemas de imagem e insegurança.

Por isso, é essencial identificar a causa e investir em tratamento halitose. Aqui, indicamos o que pode provocar esse problema e como eliminar o mau hálito. Confira!

 

O que é o mau hálito?

Trata-se de uma condição que, na maioria das vezes, tem origem na boca. A halitose se caracteriza por exalar um mau odor ao abrir a boca, algo que nem sempre é percebido pelo portador desse distúrbio.

O diagnóstico pode ser feito por um médico, como o clínico geral, inclusive pelo dentista. Em alguns casos, pode-se medir o grau da halitose utilizando um aparelho específico, o halímetro.

 

O que causa o mau hálito?

A causa da halitose varia, sempre é preciso analisar cada caso para identificar o que está provocando o mau cheiro. Mas, de modo geral essa condição pode ser provocada por fatores como:

 

Bactérias

O fundo da cavidade oral é uma região que se caracteriza por receber pouca saliva e conter criptas nas quais bactérias podem se acumular. Ali também ficam pequenas partículas de alimentos e essas bactérias começam a digeri-los, o que acaba exalando um mau cheiro.

Também pode acontecer de as bactérias digerirem proteínas presentes no muco que cai dos seios da face, indo para a faringe, o que é chamado de gotejamento pós-nasal. Nessa situação, também se gera um mau cheiro.

 

Saúde bucal precária

Uma saúde bucal precária também provoca mau hálito, principalmente em casos de cáries, abscessos, inflamação da gengiva e má higiene bucal, deixando restos de alimentos nos dentes e na língua.

 

Pouca produção de saliva

A baixa produção de saliva também provoca halitose. É por isso que ao acordar a maioria das pessoas têm mau hálito: durante a noite, há uma menor produção de saliva.

 

Jejum e desidratação

O jejum e desidratação estimulam a halitose porque provocam o ressecamento da boca por um período prolongado. É como se não houvesse produção de saliva, o que leva ao surgimento do mau odor.

 

Respirar pela boca

Quem respira pela boca tende a ter mau hálito porque esse é um hábito que causa um ressecamento da boca, prejudicando a mucosa, de modo a provocar o mau cheiro.

 

Saburra lingual

A saburra é uma placa de bactérias que se forma na língua, deixando uma tonalidade esbranquiçada, amarelada ou amarronzada. Normalmente fica no fundo da língua, mas pode se estender por toda ela.

 

Infecções

As infecções que acometem estruturas da face, boca e garganta costumam provocar halitose justamente por ter a presença de microrganismos que contribuem para exalar o mau odor. Por isso, a halitose é comum em casos de sinusite e amidalite, por exemplo.

 

Tratamento para mau hálito

Poucos sabem que o mau hálito não é uma doença, mas sim um sintoma que algumas vezes indica que algo não vai bem com sua saúde, seja do próprio organismo ou bucal.

É por isso que se identificar o que provoca a halitose e fizer o tratamento, já é possível eliminar o problema. De maneira geral, recomenda-se notar o que pode ter causado o mau odor e tentar corrigir.

Por exemplo, evitar ficar em jejum, aumentar o consumo de água, não respirar pela boca e fazer uma melhor higienização bucal. Caso não seja suficiente, procure um médico ou dentista.

Normalmente, o tratamento para mau hálito indicado por um médico ou dentista envolve a realização de procedimentos como canal, limpeza de dentes, eliminação de infecções, entre outros.

 

Dicas para evitar e eliminar o mau hálito

  • Aumente o consumo de água por dia, procurando manter a boca sempre umedecida, principalmente se tiver baixa produção de saliva (sempre sentir a boca seca);
  • Não permaneça muito tempo em jejum;
  • Após as refeições, faça uma higienização bucal completa, com uso de fio dental e escovação. Também limpe a língua, sempre com delicadeza para evitar machucados;
  • Mude seu hábito de respirar pela boca. Se preciso, consulte um médico para fazer uma reeducação;
  • Faça tratamentos de infecções como sinusites, que eliminarão o mau hálito e lhe trarão melhor qualidade de vida;
  • Visite seu dentista regularmente para corrigir problemas que possam provocar mau hálito;
  • Use suplementos naturais com ativos eficazes para eliminar a halitose. Inclusive, essa é uma das principais dicas de como tratar mau hálito de forma segura e gastando pouco.